sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

SÍNDROME NEFRÓTICA INFANTIL E ACUPUNTURA





A síndrome nefrótica é uma doença dos rins provocada pela eliminação inadequada de grandes quantidades de proteína na urina. A perda excessiva de proteína pela urina chama-se proteinúria.
Na infância 90% dos casos correspondem a Sindrome Nefrótica Primária (SNP) ou idiopática, não sendo portanto associada à nenhuma doença sistêmica, hereditaria, medicamentosa ou metabólica.



O QUE É PROTEINÚRIA E SÍNDROME NEFRÓTICA?
O principal papel dos rins é filtrar o sangue e as toxinas orgânicas e do sangue que estão em excesso. As proteínas portanto são essenciais para o organismo e não devem ser eliminadas em excesso pela urina.  A perda em média de proteína pela urina em 24h será de 150mg, onde se o individuo eliminar quantidades acima desse valor consideramos proteinúria e quanto maior o valor eliminado, maior será a lesão renal e maior risco de saúde.


A DOENÇA GLOMERULAR
O glomérulo é uma estrutura microscópica dentro dos rins, que é responsável pela filtração do sangue. Cada glomérulo possui uma membrana que serve como filtro, separando o que vai ser eliminado pela urina e o que vai permanecer no sangue.


Quando os glomérulos são sadios, as proteínas presentes no sangue não são filtradas, então haverá a mesma quantidade de sangue que entra e que sai dos rins, mas diversas doenças poderão afetar o glomérulo e então poderá surgir proteinúria.
Podemos fechar os conceitos então classificando a Síndrome nefrótica como uma doença onde se perde grande quantidade de proteínas na urina (mais de 3500mg por dia).



ETIOPATOGENIA
Pode-se dizer que a Síndrome nefrótica é uma doença de base imunológica. Pacientes com apresentam produção anormal de imunoglobulinas, com redução de IgA e IgG e aumento de IgM e IgE. Então a partir dessas mudanças as células T alteradas, irão secretar fatores de permeabilidade que irão interferir na função de estruturas da membrana basal glomerular.





FISIOPATOLOGIA
PROTEINÚRIA
A proteinúria é proveniente do aumento da permeabilidade do capilar glomerarular, por alteração da sua capacidade de filtração dessas partículas, ou do seu desempenho como barreira eletrostática.
Na Síndrome nefrotica, considera-se duas hipóteses:
1-Teoria do hipofluxo (underfill): na SN, as grandes perdas proteicas determinam a hipovolemia levando a queda da pressão oncótica plasmática.
2-Teoria do hiperfluxo (overflow): nesta teoria, o edema nefrótico decorre de um defeito primário renal na absorção de sódio. Admitindo-se que a retenção de sódio seria secundária ao mecanismo renal intrínsico.


MANIFESTAÇÕES CLINICAS
A apresentação clinica da SN, caracteriza-se por edema sem hipertensão arterial ou hematúria e com função renal preservada.
Outras manifestações podem ser observadas como edema de face, ascite ( presença de liquido no abdômen), edema escrotal ou peniano, edema labial e derrame pleural.
Quadro como oligoanúria e urina espumosa podem ser encontrados, assim como sinais de desnutrição, redução de massa muscular, cabelos quebradiços, unhas frágeis. 






SINTOMAS DA SINDROME NEFRÓTICA
A Síndrome nefrótica é um conjunto de sinais e sintomas e mudanças laboratoriais importantes, decorrentes da perda excessiva de proteínas na urina.
Os sinais mais comuns da Síndrome nefrótica é o excesso de espuma na urina, é uma espuma mais densa que demora mais para sair do vaso sanitário. A espumação aumenta quando a proteinúria encontra-se entre 500mg e 1000mg por dia.


A perda maciça de proteínas na urina provoca uma redução na concentração de proteínas no sangue, então isso levará a retenção de líquidos e ao extravasamento de água de dentro dos vasos sanguíneos para os tecidos, provocando edema ou inchaços.
O paciente com Sindrome Nefrótica irá apresentar edema ao redor dos olhos e nos membros inferiores e no abdômen e em casos mais graves, pode levar a um extravasamento de liquido para os pulmões.


DIAGNÓSTICO
O diagnóstico é feito com exame simples de urina e a urina 24 horas. É frequente encontrar hematúria, que é sangue na urina dos pacientes com doença de lesão mínima.
Também encontraremos no exame de sangue baixos níveis de Albumina e elevação do colesterol, assim como autos níveis de creatinina.
O tratamento clínico é feito com a administração de glicocorticoides, especificamente prednisona e dosagens variando a critério medico.
O RIM NA MEDICINA CHINESA
Na concepção chinesa os rins tem um aspecto fundamental, são eles que armazenam o jing, a essência ou energia ancestral, a que é passada pelos pais.


Todos os órgãos os nossos órgãos necessitam de Jing para trabalhar, para desempenhar suas funções e nos manter o equilíbrio funcional. Os rins governam todos os processos da água no corpo e segundo a MTC o estomago recebe os líquidos, então separa o puro do impuro, o liquido impuro seguirá para o intestino, o puro vai para o baço que extrai a essência e a vaporiza, esse vapor é direcionado para os pulmões, então os pulmões fazem a essência circular pelo corpo todo, então liquefazem a porção impura dessa essência e enviam para os rins no final.


TRATAMENTO COM ACUPUNTURA
O mecanismo de ação da Acupuntura se dá através da liberação de substancias especificas no cérebro para que haja a correção do processo patológico.


O efeito da Acupuntura na Medicina Chinesa se dá pelo meridiano de dragagem, onde irá promover a  remoção da estagnação de sangue (xué) e restabelecer a circulação do Qi no organismo. Então a remoção de coágulos sanguíneos e a melhora da circulação de sangue irá restabelecer o equilíbrio e a função renal. A acupuntura irá diminuir o edema ou inchaço do corpo, irá corrigir gradativamente o quadro de proteinúria e aumentará a resistência orgânica, aumentando assim o sistema imunológico. Os resultados aparecem rapidamente.


                                       CASO CLÍNICO













...A ENERGIA DOS RINS SÃO A

 ESSÊNCIA DA VIDA, A NOSSA

 ESSÊNCIA DA ENERGIA VITAL...










SERVIÇOS - mapa da região (clique no endereço desejado) 
Dr. José Antonio Rinaldi (Crefito3 / 12347-F)

Consultório I: Rua Salete, 117 - Santana - Telefone: (11)2973-9099
Consultório II: Rua Serra de Bragança, 1355 - Tatuapé - Telefone:(11) 3628-2125 / 3628-2129
Consultório III: Av.Onze de Junho, 357 -Vila Clementino  - Telefone: (11)3211-7105


CONTATOS


Cel: 55(11)- 993472511

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...