segunda-feira, 18 de novembro de 2013

DORES MUSCULARES E ACUPUNTURA





 DEFINIÇÃO
A dor muscular ou mialgia é qualquer dor que acomete determinada parte do corpo localizado ou não. A dor pode surgir devido à tensão dos músculos, onde este seguimento do corpo pode ter sofrido tensões exageradas devido ao esforço excessivo, e esta sobrecarga irá provocar dor e inflamação no local.

ANATOMIA MUSCULAR
São estruturas individualizadas que  cruzam uma ou mais articulações e pela sua contração são capazes de transmitir-lhe o movimento. Todo este mecanismo é feito por células especializadas denominadas fibras musculares, onde toda sua energia é controlada pelo sistema nervoso central. Os músculos transformam energia química em energia mecânica. Os músculos compõem 40 a 50% de todo o peso corporal.

GRUPOS MUSCULARES
A-Cabeça
B-Pescoço
C-Tórax
D-Abdome
E-Região posterior do tronco
F-Membros superiores
G-Membros inferiores
H-Órgãos do sentidos
I-Períneo




TIPOS DE MUSCULOS
A-Músculos Estriados Esqueleticos: são músculos voluntários, ou seja se contraem de acordo com a nossa vontade.
B-Músculos Lisos: tem ação involuntária, estão localizados nos vasos sanguíneos, vias aéreas e na maioria dos órgãos da cavidade abdomino-pélvica.
C-Musculo Cardíaco: é um musculo estriado, porém é involuntário.




 
FUNÇÃO DOS MUSCULOS
1-Movimentos corporais: andar e correr;
2-Estabilização postural: contração muscular que estabilizam as articulações e promovem posturas como ficar de pé e sentar;
3-Regulação do volume dos órgãos: a contração dos anéis dos músculos lisos impedem a saída do conteúdo dos órgãos;
4-Substancias dentro do corpo: a contração dos vasos sanguíneos regulam a intensidade do fluxo.
5-Regulação e produção de calor: a contração muscular produz calor e ajusta a manutenção da temperatura corporal.






TIPOS DE DORES MUSCULARES
As dores musculares quase sempre estão relacionadas ao stress, atividades profissionais e posturas inadequadas, pratica de esportes intensas, onde ocorre sobrecarga tanto nos músculos e nas articulações.
-DORES MUSCULARES PELO CORPO: dores pelo corpo todo pode ter diagnóstico de fibromialgia, e também estar relacionada a depressão, insônia, enxaquecas e hipersensibilidade muscular.
-DORES NAS ARTICULAÇÕES: as dores musculares articulares estão relacionadas aos esforções excessivos, excesso de peso e os idosos.  Podem atingir ligamentos e os tendões.
-DORES DOS MUSCULOS DOS BRAÇOS: as dores acometem os braços devido ao esforço, principalmente gerando tendinites de má circulação.
-DORES MUSCULARES NAS COSTAS: as dores mais comuns são as lombares, quase sempre devido a má postura e uso inadequado do corpo durante o trabalho.
-DORES NAS COXAS: quase sempre relacionado à pratica desportiva, tanto pelo excesso como a falta de aquecimento ou alongamento adequados.
-DORES DOS MUSCULOS DOS OMBROS: estão ligadas intimamente ao stress e a tensão diária, aos esforços exagerados e a doenças crônicas.
-DORES NAS PERNAS: relacionadas ao sedentarismo, comuns aos idosos e a pessoas com problemas vasculares e obesas.
-DORES MUSCULARES NO PESCOÇO: quase sempre ocorre pela sobrecarga e as tensões locais diminuindo o fluxo de sangue para o local.
-DORES INGUINAIS OU NA VIRILHA: muito relacionadas aos atletas que forçam muito os treinamentos e se preocupam muito pouco com um bom aquecimento e alongamentos.



CAUSAS DAS DORES MUSCULARES

A dor muscular acontece como um mecanismo de aviso de que algo ali não está bem, e serve de proteção para o corpo para a possibilidade de ocorrência de alguma lesão muscular.
As causas mais comuns das dores musculares são:
-rompimento das fibras musculares;
-alterações no PH dosado;
-esforço físico excessivo;


FISIOLOGIA DA DOR
A percepção dolorosa é frequentemente desencadeada por um estimulo nocivo, seja uma lesão ou uma doença em tecido somático ou tecido nervoso, periférico ou central. O sofrimento aparece quando a integridade física ou psicológica do individuo é ameaçada. A dor pode ser classificada como:
1-Do ponto de vista temporal, é classificada como aguda ou crônica;
2-Do ponto de vista da fisiopatologia, descreve-se a dor como nociceptiva, neuropática, e de influências do sistema nervoso periférico.






TEORIA DO PORTÃO DA DOR
Este conceito admite existir nos cornos posteriores medulares um mecanismo neural que comporta como um portão, podendo aumentar ou diminuir o seu debito partindo das fibras periféricas ao sistema nervoso central. A situação somática submete-se então à uma supressão reguladora do portão, mesmo antes de criar uma percepção à dor e a sua consequente reação. Portanto este portão serve de bloqueio da dor.



TRATAMENTO PELA ACUPUNTURA
A acupuntura irá agir diretamente no processo doloroso, onde iremos provocar reações químicas no cérebro, com liberação de endorfinas circulantes através do mecanismo neurotransmissor. Com isso haverá supressão da dor local e o possível processo inflamatório. Também irá ocorrer relaxamento muscular e melhor oxigenação tecidual através da melhora da circulação local.
Usamos agulhamento local sistêmico e auricular, assim como podemos trabalhar com ventosas no local e o uso do Laser acupuntura (Raio Laser – emissão de luz local sem dor). Os resultados são rápidos, logo nas primeiras sessões.


                                   CASOS CLÍNICOS














...A DOR PROVOCA NO SER A

 DURA EXPERIÊNCIA DO NÃO

 SABER LIDAR...COM O TEMPO

 INIBE, DILACERA E ESTAGNA O

 CORPO...





SERVIÇOS - mapa da região (clique no endereço desejado) 
Dr. José Antonio Rinaldi (Crefito3 / 12347-F)

Consultório I: Rua Salete, 117 - Santana - Telefone: (11)2973-9099
Consultório II: Rua Serra de Bragança, 1355 - Tatuapé - Telefone:(11) 3628-2125 / 3628-2129
Consultório III: Av.Onze de Junho, 357 -Vila Clementino  - Telefone: (11)3211-7105





CONTATOS
Cel: 55(11)- 993472511
email: dr.rinaldiacupuntura@gmail.com






















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...